Redes Sociais – como gerenciar crises em 4 etapas

//Redes Sociais – como gerenciar crises em 4 etapas

Redes Sociais – como gerenciar crises em 4 etapas

Foi-se o tempo em que as opiniões pessoais ficavam restritas ao nosso círculo de amigos, colegas de trabalho e familiares. Hoje, toda e qualquer pessoa tem ao alcance recursos quase ilimitados para “falarem com o mundo” 24h por dia, 7dias por semana, de qualquer lugar onde estiverem.

redes sociais

A comunicação é portátil e instantânea, podendo desencadear sérios problemas à instituições que não estiverem preparadas para lidarem com isso.

Com o advento das redes sociais e a participação massiva da população na internet, a web virou um verdadeiro palco indiscriminado para o surgimento de crises, e isso traz consequências diretas às organizações privadas, públicas ou não-governamentais. As pessoas falam o que bem entendem e suas opiniões não têm limites ou fronteiras, fazendo com que internet acelere a amplitude de conflitos e dê a eles novas dimensões, principalmente quando o fato gerador da crise torna-se viral.

Penando nisso, listamos abaixo algumas dicas para ajudar você a prevenir e gerenciar crises nas redes sociais.*

1ª etapa – gerenciamento de problemas
• Prepare-se para o ambiente virtual e crie um plano de comunicação digital;
• Levante as vulnerabilidades que possam afetar sua reputação no mundo virtual;
• Identifique os stakeholders digitais;
• Treine uma equipe para lidar com as diversas situações que a internet possa promover;
• Faça um monitoramento constante das redes.

2ª etapa – planejamento e prevenção
• Estabeleça uma fluxo de comunicação com seus stakeholders;
• Crie ou treine um comitê de crise de acordo com a dinâmica das redes sociais;
• Desenvolva um manual de crise online;
• Desenhe respostas de acordo com cada rumor que eventualmente surgir;
• Desenvolva um hot site.

3ª etapa – gerenciamento de crise
• Faça uma análise da mídia e monitore o que está sendo falado;
• Avise a equipe de crise;
• Dê feedbacks pela internet aos stakeholders;
• Use a web para fornecer informações que interessam ao seu público;
• Combine o gerenciamento de crise tradicional com o da web.

4ª etapa – pós-crise
• Monitorar os reflexos da crise;
• Manter a comunicação com posts atualizados;
• Avaliar a crise, revendo pontos positivos e negativos;
• Definir a estratégia de comunicação digital para a reconstrução de reputação.

* Conteúdo extraído de artigo da Mestre em Comunicação Patrícia Brito Teixeira, publicado pela ABRAPCORP.

Ficou curioso para conhecer mais sobre as redes sociais? Fale conosco ou acesse nosso Facebook.

By | 2018-01-19T14:10:38+00:00 Janeiro 11th, 2018|Digital|Comentários desativados em Redes Sociais – como gerenciar crises em 4 etapas

Sobre o Autor: